Principal » vício » O que é holismo?

O que é holismo?

vício : O que é holismo?
Na psicologia, o holismo é uma abordagem para entender a mente e o comportamento humanos que se concentra em observar as coisas como um todo. Muitas vezes é contrastado com o reducionismo, que em vez disso tenta dividir as coisas em suas partes menores.

O holismo sugere que as pessoas são mais do que simplesmente a soma de suas partes. Para entender como as pessoas pensam, o holismo sugere que você precisa fazer mais do que simplesmente focar em como cada componente individual funciona isoladamente. Em vez disso, os psicólogos que adotam essa abordagem acreditam que é mais importante observar como todas as partes funcionam juntas.

Um olhar mais atento

Como uma abordagem para entender os sistemas, o holismo é usado na psicologia e em outras áreas, incluindo medicina, filosofia, ecologia e economia. Uma frase-chave que resume a idéia-chave por trás da abordagem holística é que "o todo é mais do que a soma de suas partes".

Para entender por que as pessoas fazem o que fazem e pensam da maneira que pensam, o holismo propõe que é necessário olhar para toda a pessoa. Em vez de focar apenas um aspecto do problema, é necessário reconhecer que vários fatores interagem e se influenciam.

Uma razão pela qual é tão importante considerar todo o ser é que o todo pode possuir propriedades emergentes . Estas são qualidades ou características que estão presentes no todo, mas não podem ser observadas olhando para as peças individuais.

Considere o cérebro humano, por exemplo. O cérebro contém milhões de neurônios, mas apenas olhar para cada neurônio individual não informa o que o cérebro pode fazer. É apenas olhando o cérebro de forma holística, observando como todas as peças funcionam juntas, que você pode ver como as mensagens são transmitidas, como as memórias são armazenadas e como as decisões são tomadas. Mesmo olhar para outros aspectos do cérebro, como as estruturas individuais, não conta toda a história. Somente quando adotamos uma abordagem mais holística é que podemos realmente apreciar como todas as peças funcionam juntas.

De fato, um dos primeiros debates no campo da neurologia se concentrou em saber se o cérebro era homogêneo e não poderia ser decomposto mais (holismo) ou se certas funções estavam localizadas em áreas corticais específicas (reducionismo). Hoje, os pesquisadores reconhecem que certas partes do cérebro agem de maneiras específicas, mas essas partes individuais interagem e trabalham juntas para criar e influenciar diferentes funções.

Como nossos neurônios cerebrais podem mudar ao longo do tempo com a experiência da vida

Como é usado

Ao analisar as questões da psicologia, os pesquisadores podem adotar uma abordagem holística, considerando como diferentes fatores trabalham juntos e interagem para influenciar a pessoa inteira. No nível mais amplo, o holismo examinaria todas as influências que pudessem afetar o comportamento ou o funcionamento.

Um psicólogo humanista, por exemplo, pode considerar o ambiente de um indivíduo (incluindo onde vive e trabalha), suas conexões sociais (incluindo amigos, familiares e colegas de trabalho), seus antecedentes (incluindo experiências de infância e nível educacional) e saúde física (incluindo os níveis atuais de bem-estar e estresse).

O objetivo desse nível de análise é ser capaz de considerar não apenas como cada uma dessas variáveis ​​pode impactar o bem-estar geral, mas também ver como esses fatores interagem e influenciam uns aos outros.

Em outros casos, o holismo pode ser um pouco mais focado. Os psicólogos sociais, por exemplo, se esforçam para entender como e por que os grupos se comportam como eles. Às vezes, os grupos reagem de maneira diferente do que os indivíduos, portanto, observar o comportamento do grupo de forma mais holística permite que a pesquisa avalie propriedades emergentes que possam estar presentes.

Benefícios

Assim como a abordagem reducionista da psicologia, o holismo tem vantagens e desvantagens. Por exemplo, o holismo pode ser útil em momentos em que, ao olhar para o cenário geral, permite que o psicólogo veja coisas que de outra forma poderiam ter perdido. Em outros casos, no entanto, concentrar-se no todo pode levá-los a ignorar alguns dos detalhes mais sutis.

Alguns dos principais benefícios dessa perspectiva incluem:

Incorpora muitos fatores

Uma das grandes vantagens da abordagem holística é que ela permite que os pesquisadores avaliem múltiplos fatores que podem contribuir para um problema psicológico. Em vez de simplesmente se concentrar em uma pequena parte de um problema, os pesquisadores podem, em vez disso, examinar todos os elementos que podem desempenhar um papel. Essa abordagem pode ajudá-los a encontrar soluções que abordem todos os fatores internos e externos contribuintes que possam estar influenciando a saúde de um indivíduo. Às vezes, isso é mais eficaz do que abordar componentes menores individualmente.

Ao observar as pessoas de forma holística, os prestadores de serviços de saúde podem abordar todos os muitos fatores que podem afetar o sentimento de uma pessoa, incluindo a mente, o corpo e o ambiente.

Olha o retrato grande

Ao pesquisar um tópico, é sempre útil dar um passo atrás e olhar para o quadro geral. O reducionismo tende a se concentrar apenas nas árvores, mas o holismo permite que os psicólogos vejam a floresta inteira. Isso pode ser verdade tanto na pesquisa quanto no tratamento de problemas de saúde mental.

Ao tentar ajudar um cliente com sintomas de uma condição psiquiátrica, por exemplo, olhar holisticamente para o paciente permite que os profissionais de saúde mental vejam todos os fatores que afetam a vida diária do paciente e também como ele interage com seu ambiente. Usando esse tipo de abordagem, os terapeutas geralmente são mais capazes de lidar com sintomas individuais.

O comportamento humano é complexo, portanto, explicar isso geralmente requer uma abordagem que seja capaz de explicar essa complexidade. O holismo permite que os pesquisadores forneçam uma resposta totalmente inclusiva a perguntas difíceis sobre como as pessoas pensam, sentem e se comportam.

Desvantagens

Embora o holismo tenha várias vantagens importantes, também há algumas desvantagens importantes a serem consideradas. Alguns destes incluem:

Tende a ser não específico

Ao tentar resolver um problema, muitas vezes é importante se concentrar em um aspecto específico do problema para obter uma solução. O holismo tende a ser mais generalizado, o que às vezes pode dificultar a precisão. Os cientistas, em particular, devem ser capazes de concentrar suas pesquisas em variáveis ​​e hipóteses claramente definidas. Observar algo de maneira muito ampla pode dificultar a realização de testes usando o método científico, em grande parte devido ao fato de incorporar tantos fatores e influências variados.

Pode ser excessivamente complexo

Como o holismo é tão abrangente, pode tornar as investigações científicas muito desafiadoras e complexas. Pode haver muitas variáveis ​​diferentes para explicar, assim como uma infinidade de interações potenciais. Isso pode tornar essa abordagem complicada às vezes.

Exemplos em Psicologia

Existem vários exemplos no campo da psicologia de como o holismo pode ser usado para ver a mente e o comportamento humanos. As primeiras escolas de pensamento, estruturalismo e funcionalismo são bons exemplos de visões reducionistas e holísticas. O estruturalismo se concentrou em decompor os elementos do comportamento em seus menores componentes possíveis (reducionismo), enquanto o funcionalismo se concentrou em olhar as coisas como um todo e considerar o real objetivo e função dos comportamentos (holismo).

Ao longo da história, houve outras perspectivas e ramos da psicologia que também adotaram uma abordagem holística.

Psicologia Gestalt


A psicologia da Gestalt é uma escola de pensamento enraizada no holismo. Os psicólogos da Gestalt não apenas acreditavam que o comportamento humano precisava ser visto como um todo; Eles também trabalharam para entender como a própria mente humana usa uma abordagem holística para dar sentido ao mundo.

As leis da organização perceptual da Gestalt demonstram que as maneiras pelas quais os itens individuais se relacionam podem influenciar a maneira como os vemos. Quando itens semelhantes são vistos juntos, a lei da similaridade, por exemplo, sugere que as pessoas os perceberão como componentes de um todo.

Psicologia Humanística

A psicologia humanística é um ramo da psicologia que surgiu nos anos 50 parcialmente como uma resposta ao behaviorismo. Onde o behaviorismo adotou uma abordagem reducionista para explicar o comportamento humano, os pensadores humanistas estão mais interessados ​​em analisar o comportamento holisticamente. Essa abordagem da psicologia analisa todos os fatores que contribuem para o modo como as pessoas pensam e agem, bem como como todos esses componentes diferentes interagem.

A famosa hierarquia de necessidades de Abraham Maslow é um exemplo de uma teoria humanista que leva uma visão holística da motivação humana. Essa teoria não se concentra em nenhum aspecto da motivação. Em vez disso, incorpora muitos aspectos, incluindo influências ambientais, sociais e emocionais.

Psicologia Social

A psicologia social tende a adotar uma abordagem holística, uma vez que considera os indivíduos em seu contexto social. Em particular, esse ramo da psicologia analisa como o comportamento do grupo geralmente é diferente do comportamento individual, que é um bom exemplo de propriedades emergentes e a soma é mais do que suas partes.

Holismo vs. Reducionismo

Uma maneira de observar como o holismo e o reducionismo são usados ​​é observar como essas abordagens podem ser aplicadas ao estudar um problema psicológico específico.

Imagine que os pesquisadores estejam interessados ​​em aprender mais sobre depressão.

  • Um cientista que usa a abordagem reducionista pode observar um fator altamente específico que influencia a depressão, como os níveis de neurotransmissores no cérebro.
  • Um pesquisador que usa a abordagem holística pode, em vez disso, se concentrar em entender como diferentes fatores contribuintes podem interagir, como examinar como os padrões de pensamento, as relações sociais e os níveis de neurotransmissores influenciam os níveis de depressão de uma pessoa.

Uma palavra de Verywell

Grande parte do apelo do holismo está em sua capacidade de incorporar todos os elementos que nos tornam quem somos. As pessoas são infinitamente complexas e variadas, e o holismo é capaz de abordar todos os fatores externos e internos que influenciam nosso passado, presente e futuro. Diferentes áreas da psicologia tendem a se concentrar em uma ou outra abordagem. Embora o reducionismo e o holismo sejam frequentemente colocados um contra o outro, ambos desempenham um papel importante em ajudar os pesquisadores a entender melhor a psicologia humana.

As 7 principais escolas de pensamento em psicologia
Recomendado
Deixe O Seu Comentário